terça-feira, 25 de maio de 2010

Situação da UBS do Zaniboni é deplorável.

Situação da UBS - unidade básica de saúde - do Jd. Zaniboni é deplorável, e deixa claro como a questão da saúde no município ainda esta longe de ser considerada razoável.

Saúde é (ou deveria ser), questão primordial em todo governo, desde as mais altas esferas até a municipalidade.

O impressionante é que em Mogi Guaçu esse assunto teoricamente é levado a serio, pois a secretaria da saúde do município recebe muito além do que o município é obrigado a destinar do orçamento para essa pasta.

Mesmo assim, situações como essas, não são difíceis de serem encontradas pela cidade.

No balcão de atendimento da UBS do Jd Zaniboni, a funcionária diz que é sozinha para cuidar do atendimento aos pacientes, agendar consultas e exames, porém quando estivemos no local, percebemos claramente a mesma funcionária jogando conversa fora com uma outra colega de trabalho.

Os pacientes reclamam que não é permitido a eles atrasarem para suas consultas, entretanto atraso de mais de 1 hora por parte de médicos é sempre comum.

Os assentos que seriam destinados aos paciente estão em grande parte quebrados, somente com a estrutura metálica.

O mato em volta do posto de saúde é alto, o que facilita a proliferação de pragas, como baratas e formigas.

A pintura do prédio já está velha e desgastada, e o pior, cheio de pichações, deixando a impressão de que o local está abandonado, como mostra a imagem abaixo.






Alguns críticos do governo atual estão neste momento questionando o valor gasto pelo município em contrapartida para a realização da Virada Cultural Paulista que ocorreu no ultimo final de semana, imagino que a secretária de cultura está simplesmente gastando com cultura o valor que lhe é destinado. Talvez fosse mais correto questionar: Como, e com o que está sendo gasto o valor que é destinado as outras secretarias?

Qual sua opinião em relação a esse tema? Comente abaixo.
Gostou desse artigo? Compartilhe com seus amigos clicando nos ícones das redes sociais, ou no envelope abaixo

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Avenidas de Mogi Guaçu ligam o nada ao lugar nenhum II

Dando continuidade a serie proposta sobre a mobilidade urbana em nosso município, hoje trazemos uma situação que ocorre não muito distante da que foi mostrada no primeiro artigo da série, em relação à Avenida Honório Orlando Martini. Clique aqui para ver este artigo.

O local em questão é a Avenida Vereador Victor Bueno, ou mais conhecida como Avenida das Torres, pelo fato das linhas de transmissão de energia seguirem paralelamente pela via, na zona leste da cidade, isso só faz contribuir para interpretação de que realmente, esta é a área mais abandonada do município.


A via deveria ligar a Avenida Emília Marchi Martini, ao bairro Nova Canaã II, passando pelo Zaniboni II, Jd Novo II, Fantinato, Vitoria. Mas o que se vê na realidade é uma via subutilizada, pois ao chegar no Jd Novo II, a via simplesmente "morre", pelo fato de existir no local um lago, chamado de Tanque do Chula, que é um lago artificial.

Fazendo com que a Avenida Suécia, única ligação da Zona Nordeste, região do Sta. Terezinha, com a avenida Emília Marchi Martini fique sobrecarregada, pois a via é muito utilizada por caminhões que chegam da Rodovia SP 342 para descarregarem e abastecerem a Corn Products Brazil.


O fato de existir um lago no caminho da avenida deveria ser um problema, mas como entendemos que uma obra viária deve acontecer precedida de planejamento sério, feito por profissionais da área, esse fato não poderia ser um obstáculo tão grande, que depois de tantos anos ainda não foi superado.


Essa seria mais uma via essencial para os moradores daquela região poderem ter acesso a outras avenidas mais importantes que levam ao centro, trazendo uma melhor mobilidade, consequentemente melhor qualidade de vida e aumento da auto-estima dos moradores dessa, que é a área mais carente de investimentos público da cidade.


Gostou desse artigo, compartilhe com seus amigos utilizando os botões abaixo.

Conhece alguma outra situação como essa, entre em contato, deixe seu comentário logo abaixo e publicaremos.

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Feira do Rolo em Mogi Guaçu, reúne muitas curiosidades e toda a família.

Domingo de manhã já é de praxe para muita gente, ir até o Parque Cidade Nova em Mogi Guaçu, onde acontece todas as semanas a feira mais famosa e talvez a maior da região da baixa mogiana, a tradicionalíssima Feira de Domingo. As pessoas compram suas verduras e legumes para fazerem aquele almoço caprichado de domingo, comem pasteis, tapiocas e muitas outras coisas, as quais pretendo me aprofundar em outro post. Todas essas coisas são corriqueiras de todas as feiras que acontecem no Brasil afora, principalmente no estado de São Paulo. O que foge a regra é uma outra feira que acontece paralelamente e bem a lado desta, a já consagrada em toda região, Feira do Rolo, que ocorre há anos sempre no final da feira tradicional, à Avenida Lothario Teixeira. Lá é possível encontrar de tudo, desde sapatos usados a aparelhos de som e dvd, passando por livros, revistas, ferramentas, roupas, peças de bicicletas, discos de vinil e muitas outras coisas que se fosse listar aqui levaria ao menos umas 30 linhas.

Anuncie na Feira do Rolo Virtual, clique aqui.
Veja os anúncios já publicados. 

Estivemos lá no ultimo domingo e o que pudemos perceber que a Feira do Rolo, vai muito além da simples troca de mercadoria, ela é um ponto de encontro, de lazer e já se tornou algo característico de nossa cidade que a torna única na região. Encontramos muita gente com suas "mercadorias" prontas para serem comercializadas,ou trocadas, são estendidos panos no chão e os "produtos" são dispostos em cima para melhor visualização, também se encontra algumas barracas, com roupas penduradas, outros simplesmente carregam seus objetos em suas mãos e oferecem as pessoas, esperando por aquela ótima oportunidade de negocio, fazendo do local um verdadeiro mercado. Mas como havia dito anteriormente, o local é ponto de encontro, vimos muitas pessoas jogando conversa fora, passeando com suas esposas e namoradas e até mesmo com carrinhos de bebês, fazendo do lugar um verdadeiro passeio em família. Se você se interessou pela feira, ela acontece todos os domingos na Av. Lothario Teixeira no Parque Cidade Nova em Mogi Guaçu, sempre na parte da manhã, não se esqueça de levar aquele objeto que está a algum tempo parado em sua casa e que você não sabe o que fazer com ele, lá com certeza irá encontrar algum interessado que estava justamente procurando por algo do tipo.

Novidade
A partir de agora, você que gosta de trocar, vender ou comprar produtos na feira do rolo em Mogi Guaçu, tem uma nova opção para comercializar seus produtos.
É a Feira do Rolo Virtual, espaço que este site disponibiliza para você comercializar seus produtos através da internet sem que tenha que pagar nada para isso. Compre, Venda, Troque, Anuncie.
Acesse o link e divulgue seus produtos para milhares de pessoas, clique aqui. 

terça-feira, 4 de maio de 2010

Pessoas ficam mais de 3 horas na fila para fazerem inscrição no concurso público da Câmara municipal de Mogi Guaçu

Quem só pode fazer a inscrição hoje, para o concurso público da câmara municipal de Mogi Guaçu,  deve de ter muita paciência e resistência física para suportar a longa espera na fila que chegava a mais de 3 horas.

O edital do concurso prevê a criação de 14 vagas no total, dividido entre diversas categorias que pedem desde o ensino fundamental, como motorista, ensino médio para o cargo de técnico administrativo e ensino superior  para cargos como o de jornalista.

Entramos em contato com a empresa que é responsável pela realização do concurso, a MR Souza, para sabermos o porquê da tão precária estrutura para atendimento das pessoas hoje no Cegep - centro guaçuano de ensino profissional, local de inscrição do concurso.

Também questionamos porque não houve inscrições pela internet, já que facilita e agiliza o processo, principalmente para pessoas que não podem se locomover até o local de inscrição, outro questionamento que fizemos foi o porque que só foi aceito como forma de pagamento depósito bancário na conta da empresa, ao passo que se fosse emitido boleto, o candidato poderia efetuar o pagamento em qualquer banco ou através do caixa eletrônico, outra alternativa que também contribuiria para agilizar o processo de inscrição, já que muita gente também teve de esperar horas na fila da Caixa Econômica Federal para poder fazer o depósito que só poderia ter sido feito no caixa interno das agências.

Até o momento dessa publicação não havíamos recebido respostas por parte dos organizadores do concurso.

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Exposição de orquídeas em Mogi Guaçu atrai milhares de pessoas ao SESI

A 15ª exposição nacional de orquídeas, que ocorreu no SESI de Mogi Guaçu no Jd. Novo II, zona leste da cidade no último final de semana, atraiu milhares de visitantes que estavam ansiosos para ver as novidades e as belíssimas flores que foram expostas.

O evento aconteceu na quadra coberta do complexo esportivo do SESI e foi promovido pela AGO - Associação Guaçuana de Orquidófilos, ocorreu no local  cursos gratuitos para iniciantes no cultivo deste tipo de planta e também curso específico de combate às pragas e doenças.

Quem compareceu ao local pode conferir uma grande variedade de espécimes, tamanhos, cores e cheiros diferentes, além de uma exposição de quadros, e também uma pequena feira de artesanato com tema central inspirados em  orquídeas.

Mas se você não pode comparecer, não fique chateado, a equipe do Guaçu na Web esteve no local e capturou essas magnificas imagens que você pode conferir abaixo.

Se você gostou desse artigo, por favor compartilhe com seus amigos clicando no ícone de sua rede social logo abaixo, ou por e-mail.