quarta-feira, 2 de junho de 2010

Avenidas de Mogi Guaçu ligam o nada ao lugar nehum III

Dando prosseguimento a serie sobre a mobilidade urbana em nosso município, pela terceira vez, trazemos um caso de uma avenida essencial para o tráfego de nossa cidade, mas que infelizmente está inacabada.
Para ler os artigos anteriores clique aqui.

Estamos falando dessa vez da avenida Emília Marchi Martini, também na zona leste da cidade como nos casos anteriores, e por incrível que pareça esta cruza com as Avenidas Vereador Victor Bueno e Honório Orlando Martini, tratadas nos artigos que sucederam este.
A via é uma importantíssima, e talvez, a única ligação da zona leste com a região central e da capela em nossa cidade.

Ela começa no cruzamento com a Avenida Carlos Braga de Faria, no bairro do Cruzeiro e segue sentido leste passando por locais importantes e grandes geradores de fluxo de veículos, como o Hipermercado WalMart, Supermercado Ponto Novo e Colégio Seletivo, ao chegar na altura do Ponto Novo no Cruzamento com a Linha Férrea ela deixa de ser duplicada, e os veículos tem de dividir o estreito viaduto que traspassa este obstáculo com bicicletas e pedestres, deixando a travessia por parte desse ultimo muito perigosa.




Seguindo sentido bairro, ela cruza com a Honório Orlando Martini depois com a Avenida Suécia e mais a frente ao cruzar com a Avenida Vereador Victor Bueno, ela deixa de ser duplicada novamente sem nenhum motivo aparente, pois nesta área que provavelmente pertence a prefeitura, e que fica ao lado da EMEF Anira Franco de Campos existe somente um descampado, como mostra a imagem a seguir.
Queremos deixar claro a quem quer que possa interessar que nosso objetivo com essa série de artigos sobre a mobilidade, assim como todos os outros que constam em nosso site, que a intenção não é em momento algum denegrir a imagem da cidade ou de autoridades, e sim deixar claro e tornar publico que a cidade necessita de investimentos urgentes em vários setores, dentre eles o de infra-estrutura e obras viárias, principalmente nesta região da cidade.
Gostaríamos também de ressaltar que obras de infra-estrutura viária e transportes, são tão essenciais como as de qualquer outra área, pois traz valorização a pessoa humana, traz investimentos privado para o bairro ao qual ela está inserida, diminuição de tempo de locomoção para trabalho ou estudos, o que aumenta o tempo disponível para a pessoa usufruir da forma que entender, consequentemente todos esses fatores contribuem para o aumento da auto estima, sensação de bem estar e valorização da localidade que reside.
Talvez esse seja o motivo pelo qual a zona leste e nordeste da cidade sejam as menos valorizadas e desenvolvidas de nosso município.
Autoridades pensem nisso!

Qual sua opinião em relação a mobilidade em nossa cidade? (Comente abaixo. )
Gostou desse artigo? Compartilhe com seus amigos clicando nos ícones das redes sociais, ou no envelope abaixo

Nenhum comentário: